seis estão me seguindo

Hora

CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR!

terça-feira, 20 de outubro de 2009

conteúdo

KANETA

26 comentários:

Chica disse...

Maravilha,Tonho...As canetas escrevem tanta coisa...abração,chica

Mai disse...

Você surpreende e se supera a cada desenho.
Justamente porque VOCÊ tem conteúdo, um bom traço e, claro uma boa 'caNETa.

Excelente arte, Tonho(a palavra de verificação foi 'sestiv'...(risos)

João Menéres disse...

Grande Tonho !!!
Então as letras e as palavras é assim que brotam da tua caneta?
Estou surpreendido, palavra que estou !!!

Abração.

Wania disse...

De nada valem as penas se lhes faltam conteúdo!


Tonho, aqui, por certo, a pena é pouca e até extravasa de tanto contéudo...

Sempre lindo!

Bjs mil

marcia szajnbok disse...

que delicia! amei a idéia de que dentro da minha caneta moram tantas letrinhas....

Mirse Maria disse...

Que beleza de arte, Tonho!

Con
teudo

nunca
sem teudo!

Beijos

Mirse

Adriana Godoy disse...

E assim devria ser com todos que pegam da pena...meu grande artista, de onde vem esse talento? Arrasou sem pena. Beijo.

.Lis disse...

conteudo, fator chave no uso das canetinhas! Bic.
Abraço

Lara Amaral disse...

Canetas e tanto de nós que elas deixam registrado por aí...
Bonita criação.
Beijos.

Luísa disse...

Quando te conheci, os lápis dominavam os post.Eu delirava por cada postagem pois me encantava ver tantos lápis, com tantas formas, figuras e mensagens rabiscadas pela tua excelente criatividade.
Prometi não mais usar lápis, para evitar contribuir para os malefícios da desflorestação.
Hoje uso net directa, sem caneta, sem lápis, sem papel...com as ideias sempre a mão!
Mas sinto falta...tenho uma caligrafia gira!
Adorei a tua caNETa!

Beijinho terno!

Dalva disse...

Bom prá nós que de tua caNETa
jorre tanto talento!

=)

Bjs.

expressodalinha disse...

Ideia simples e genial. Como se enche esta caneta?

Selena Sartorelo disse...

Tonho!

Como admiro tua inteligência de humores tão coloridos e sensíveis. Parabéns por criar tão bem, unindo a palavra e a tua criação com tanta melodia.
Uma pena que preenche o branco da folha com mais sentidos do que o da própria tinta.

beijos Tonho.

Adriana Karnal disse...

Tonho, não tem como não repetir dos outros comentários: vc tem conteúdo, amigo!

BAR DO BARDO disse...

E sai da caneta?... Ué?!

Fatima disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fatima disse...

Oi!
Tô sempre aqui admirando seu trabalho e nunca deixo um comentário por que se não ia ficar só no: que lindo, que beleza. Nesse total dominio das palavras. Mas hoje tomei coragem, não que eu tenha mudado muito, mas ando aprendendo nosvos adjetivos.
Sempre leio seus comentários lá no Henrique e acho tão criativo, mas fazer o que né, cada um com seu talento.
Sou sua fã!
Bjs.

myra disse...

cada vez mais fantastico! como voce ve eu nao tenho mais palavras, e digo sempre as mesmas coisas, que vc. é super!eu tenho uma coleòao de canetas, as que me serviram, as que ja nao servem e as que ainda servem...adoro elas, compnheiras de qdo nao existia o computer...
um abraçao

formiguinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vania Beatriz disse...

Gostei do conteúdo do blog.
Enche os olhos e outros sentidos.

marialynce disse...

Quero uma caneta dessas!...
Abraços

RUBENS GUILHERME PESENTI disse...

meu amigo, como é complicado comentar aquilo que a gente gosta muito sem cair no lugar comum.
é do horário de verão ao que verão das produções da caneta. não, meu chapa, a net não acaba com isso.
como diria o oswald de andrade "o gênio é uma grande besteira", portanto, acredito no fazer, no esforço e no suor. você transpira coisas belíssimas!

grandes abraços!

Menina do mar disse...

Sabes que durmo com um bloco e uma caneta na mesinha de cabeceira... é que quando a meio da noite a "kaneta" cerebral se lembra de me acordar inspirada... eu escrevo!
BJoS :)

Marisete Zanon disse...

Minha caneta acho que secou, putz! Não consigo blogar mais...
um abraço

Austeriana disse...

Seja qual for o lugar onde vai buscar a inspiração ... Deve ser num outro mundo! :)))
Os seus trabalhos são excelentes!

Ana Martins disse...

Caro Tonho,
ao olhar para este fantástico post, escrevi aqui o pequeno poema que passo a citar e gostaria que me dissesse se me autoriza a publicar no meu blogue a sua imagem, junto com o meu poema.
Para o caso de autorizar será publicado no dia 28.

CANETA

Podem ser apenas letras
Desordenadas e sem sentido,
As que a caneta cospe
Em desabafo ou delírio.

Podem ser palavras vãs,
Abstractas, que não se entendem,
Estruturas de amanhãs
Que só da caneta pendem...

Podem ser prosas ou versos,
Equações por desvendar,
Esperança ou o inverso
No papel a tatuar...

A caneta não estremece
E deixa correr a tinta,
De tal forma que enobrece
A memória quando extinta!

Ana Martins
Escrito a 24 de Outubro de 2009

Beijinhos,
Ana Martins